segunda-feira, 23 de março de 2009

Bravos


Com suas armas em punho eles surgiram.

Valentes! Rompiam o céu ofuscando o brilho das estrelas com o amarelado quente dos seus sopros.

Corajosos! Desbravavam ruas, avenidas, pontos turísticos, praças...

Ferozmente aquele sentimento surgia em cada integrante, caminhando sobre as notas de um bom compositor, levando-os para cima onde se podia ver o mar.

Caminhos diferentes convergiam em um único ponto, A ARTE!

Artistas de um filme real caminham despertando o que há de bom nesta Selva de Pedra.

Mostram, que ao cair da noite o fogo que aquece, dança em suas mãos.

O colorido de suas roupas embaralham-se nos sorrisos de cada um que ali o cercam.

Ouve-se aplausos em uma só melodia, agradecendo pela presente visão diante dos seus olhos.

O amor que é emanado forma um círculo de boas vibrações despedindo-se de mais um dia em que pessoas comuns fizeram a diferença.










Um comentário:

Flávio Catão. disse...

Brava! =o)

Adorei o texto. Obg pela homenagem! Em nome da Bravos!