segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Férias



Queridos aventureiros, peço desculpas pelos transtornos causados, mais até o momento informo que meu coração não retornou, nem mandou notícias
Já faz um tempo que ele resolveu tirar férias
Andava cansado, estressado, sofrido, calado
Viajou
Decidiu partir em trilha, buscando o seu verdadeiro significado de vida
Quis repensar nos seus atos, nas suas crenças, nas suas escolhas durante essa caminhada
Partiu sem data de retorno, sem destino, sem companhia
Traçou apenas um único objetivo
Voltar quando valer a pena
No raiar do Sol, quando a sua presença no lugar não fizer mais sentido
No nascer da Lua, quando a sua imagem refletida na água não estiver turva
No cantar dos pássaros, quando seus ouvidos puderem escutar uma melodia suave
No silêncio da caminhada, quando a sua respiração estiver branda
Na chuva, quando se molhar for redescobrir o gosto infantil de viver
No nascer de um flor, quando os seus olhos puderem ver a magia das cores vibrantes
Aí sim, será o momento decisivo
Estará na hora do seu regresso
Antes disso, ficaremos separados por tempo indeterminado
Ele me deixa livre e eu o deixo pensar, reestabelecer, revitalizar
Agradeço a compreensão e sigamos em frente

Um comentário:

Flávia Muniz disse...

tum tum tum pro seu coração!
bjos