segunda-feira, 27 de julho de 2009

A aventura está apenas começando

Apesar de estar mais perto do pico, o medo e o stress ainda estão em mim
O ar rarefeito já não incomoda tanto, porém atinge o suficiente para deixar que as lágrimas brotem da minha alma e caminhem pela minha face
A bagagem que estou levando ainda pesa bastante, mais do que o normal
Os pés cansados e inchados ainda conseguem percorrer alguns passos, com muita dificuldade continuo o caminho, ultrapassando obstáculos e colecionando experiência
A neblina cobre o horizonte, mais estou certa onde quero chegar, faltam apenas dois dias para a parada decisiva, após esse dia estarei a espera apenas do chamado, em cada oportunidade oferecida pelo universo deixo algumas coisas pelo caminho para liberar o peso, passo a mão no meu rosto procurando aliviar os pensamentos negativos, respiro aos poucos afim de abrandar o aperto no peito
Olho o céu alaranjado, vejo que é apenas o reflexo do pôr do sol anunciando que mais um dia irá surgir e certificando que mais uma etapa foi concluída com sucesso
Sensibilidade a flor da pele, enlouqueço algumas vezes
Sozinha, reflito sobre os ritos de passagem que todo ser humano obtém na longa jornada da vida para marcar o crescimento e o amadurecimento
Meu sorriso tenta esconder o stress que na pele é refletido, não consigo disfarçar o que está ocorrendo, quem me conhece sabe até mesmo pelo "msn" como estou
No trabalho tento estar bem, deixo os problemas do lado de fora, mais eles insistem em entrar, é uma batalha, vencer essa situação torna-se complicada mesmo sendo otimista
Um frio na barriga constantemente tem tirado meu sono, amanhã retorno as minhas corridas diárias, preciso de uma dosagem extra de adrenalina correndo nas minha veias, preciso sair, preciso conhecer pessoas, preciso fazer mais coisa que gosto e é claro preciso de dinheiro para poder concretizar mais desejos
Planejo coisas boas antes do meu inferno astral, tenho que ser imediatista para poder recarregar as baterias e voltar ao mundo bem diferente do que quando o deixei.

Um comentário:

Flávio Catão. disse...

Ainnn frio na barriga!
Torço por ti!

sempre!

beijão.