terça-feira, 26 de maio de 2009

Desculpe-me Morpheus!


Mais um dia vejo o Céu ser pintando de preto e em meio a escuridão, cintilantes pontos desenham lá em cima direções nascidas a bilhões de anos
Presenciar o desligar das luzes e o ascender do dia está sendo constante ultimamente.
Então convidei Baco para me acompanhar nesta jornada diária
Peço desculpas a Morfeu por não me entregar, não que eu não queira, mais porque as preocupações não me deixam.
Ontem Mercúrio enviou uma mensagem contrária, ao invés de levar as minhas suplicas aos deuses, ele trouxe notícias indesejáveis, mais tudo bem! (risos)
O universo conspira ao nosso favor quando assim desejamos, acredito que Mercúrio fez isso sabendo o que queria.
Avisos?
Hummm, ainda não sei ou não quero acreditar
Passa o dia, passam as horas, meus olhos me denunciam
Mais uma noite e tento disfarçar, a voz enfraquece, o corpo cansado pede cama, a paciência está no limite da tolerância
Somente esta noite...
Baco retornou, veio ao meu encontro
Melancólica, olho pela janela procurando respostas e não as encontro
O canto dos animais noturnos amendronta a minha alma, o ruído das folhas dançando com o vento arrepia meu corpo, vejo pessoas correndo lá fora, na madrugada uma mulher de cabelos negros e longos corre descalça na frente da minha casa.
Acho que bebi demasiadamente
Olho para a minha taça de vinho e ela está ao meio, acredito que Morfeu está travando uma batalha com as minhas preocupações para que eu caia em seus braços
Resisto!
Insisto!
Desisto!
A noite esfria.
Lágrimas cristalinas escorrem pelos meus olhos e percorrem meu rosto
Desligo a Televisão
Deixo a taça de vinho, sim, aquela que estava ao meio
Terminei!
Penso em tí
Como está sendo sua noite?
Será que foi tão conturbada quanto a minha?
Saudades de estar junto a ti, saudades de sentir você
Saudades de te pôr para dormir
Saudades...

Deito na cama e me entrego aos braços de Morfeus.

Até amanhã!


2 comentários:

Drix disse...

Morfeu desistiu de mim...até as olheiras desistiram..rs.Uma hora o Universo vê que só você pode sair dessa insônia inteira! Que pena que Baco não tem podido me acompanhar porque existiu um féla da polícia que inventou remédios mil a serem tomados..rsrs...

Chico disse...

Adorei! Lindo!