terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Sem nexo em meu mundo complexo

Google imagens


Um Silêncio
Meus pensamentos não param
Uma única pergunta criou esse alvoroço
Acordo cedo e estou correndo diariamente e literalmente para esperar que esses pensamentos se cansem e calem a boca
Sinto-me como se estivesse diante de uma banca examinadora
Eu, diante de milhares de pessoas, sendo vista. Entre eles o burburinho da avaliação, um "zum zum" sem fim.
Tanta conversinha que torno-me surda, não escuto uma só palavra, aquela agonia preenche o momento, as mãos começam a suar, a cor dos lábios desaparecem, e as pernas incontrolavelmente se tremem, a vontade de desistir vem no exato momento quando tento me posicionar para alcançar aquela porta que vejo ao longe.
Se eu consegui?
Que nada!
Estou paralisada no mesmo lugar na duvida de como agir
Me preocupo de mais e estou fazendo o que minha mãe fazia, estou me superprotejendo
Vou explodir!
Se meu comportamento sair do padrão, farei verdadeiras as palavras de meu pai...Estou desnorteando e provavelmente no centro da rosa dos ventos decidindo entre o sul, o leste, o oeste, o nordeste, o sudeste, sudoeste...
Enfim, tantos caminhos para seguir e eu aqui desejando uma fumacinha ninja para sumir.

3 comentários:

Fabi disse...

Seja qual for a direção que tomar, leve em consideração apenas a sua felicidade e conte comigo sempre

Renata Pessoa disse...

Oii, primeira vez aqui no teu blog, amei o texto, gosto também de fotografia, suas fotos são lindas,
seguindo,
bjus*:)

Fernan dinho disse...

"Um silêncio" ?

NENHUM! Nenhum silêncio!