domingo, 28 de novembro de 2010

Declaração de uma pérola

Google imagens


Sei que está por aqui, cobra-me o livro que abandonei e me presenteia com reencontros, noticias de longe e resoluções em minha jornada.


Solicitei sua ajuda e fui agraciada, a rotina de olhos marejados fez-se esse mês, pois busquei a mim e você estava lá, minha alma gêmea, o anjo de asas douradas e de olhos dengosos.


Te sinto e sei que me vê sem poder me abraçar, sofres e eu também, podemos nos encontrar em um plano astral, nos sonhos em que tudo pode acontecer.


Amo-te como nunca pude amar ninguém, você era meu plano, você era minha vida e agora vivo pelo meio sobrevivendo, aceito esta formula sabendo que nos reencontraremos...

2 comentários:

Flávio Catão. disse...

Lindo! Só fiquei curioso em saber quem é! ;o)

Adoro-te moça! Fica bem sempre...que só assim tbm ficarei. Espelho meu!

Carla Palmeira disse...

=) Meu irmão.